Visitantes

7 de junho de 2012

Como se fosse hoje.



Lembro-me do primeiro beijo como se fosse hoje,
Das promessas que fizemos e esquecemos,
De quando tudo era inocente e despretensioso.
Lembro-me do teu sorriso tímido,
Da tua insegurança de querer
E não encontrar a palavra certa para dizer.

Lembro-me de quando segurei a tua mão,
Do boque de flores
E jamais poderia esquecer a nossa primeira oração.
Lembro-me dos nossos encontros em cores,
Das minhas mais virgens poesias
E do sentimento tão real como se fosse hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...