Visitantes

30 de junho de 2012

Perversidade, ou amante em sonhos e poesia.


A tua indecência corroí minha autenticidade na volúpia insensatez de querer a todo tempo aquilo que não se pode ter. Demasiadamente desejamos aventuras e esperamos sinergia de reciprocidade porque não temos coragem de falar. Não há nada de certo ou errado em desejar, por esta razão ansiamos ir mais além. O encanto pela perversidade é maior e mais forte que a nossa consciência, por isso acreditamos que não existe amor banal quando o desígnio é sincero e verdadeiro.
Serei para sempre teu amante em sonhos e poesias,
Serei teu mistério em reflexo a tua face no espelho,
Serei a tua chama ardente quando fechar os olhos,
Serei teu, sempre seu e tão somente teu.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...