Visitantes

8 de junho de 2012

Resta-lhe apenas uma carta.



Marquise pontilhada de poesia por pena de Troia nostalgia,
Olhar amparado por beijos amada
Na saga filosofia da mente vazia e desamparada.
Debruçava-se sobre o alpendre em lamentos
A dor fadigada da vontade para matar a saudade
Dele que foi para sempre para a eternidade.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...