Visitantes

13 de julho de 2012

Adeus e despedidas, ou por enquanto o fim.


Adeus e despedidas;
Com beijos que se dão apenas uma vez na vida.
Por encontros e desencontros
Onde promessas se desfazem e viram escombros.
Lembranças de momentos
Rasgados e dispersos ao vento.
Siga agora a tua direção
Pelo o acaso escrito do destino na palma da tua mão.
Que por enquanto seja assim
Mas, nunca diga nunca porque não sabemos se é o fim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...