Visitantes

28 de julho de 2012

O que sonhei e ainda não consegui, mas ao teu lado realizarei.



Castas de oblatas; de alegorias escritas;
De sentidos permanentes arraigados com beijos alentos.
Abrange-se o contemplo do afeto
E conforta-se com a chama daquilo que dá sentido a vida – “O amor”.
Acertara com exaustiva veracidade
Meu coração carente baleado de saudade.
Era tudo o que não esperava e aconteceu,
Sim, sucedeu com a pessoa certa e no momento mais oportuno.
Quero-te com todas as forças de um homem destemido
Que não tem medo de se entregar ao amor,
Aspiro viver ao teu lado tudo o que sonhei;
Que pensei e que ainda não consegui,
Mas ao teu lado, tenho certeza que realizarei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...