Visitantes

30 de julho de 2012

Quando eu for, ou Minhas últimas palavras.




Quando eu for...
Não chores por mim;
Lembrar-se de tudo o que vivemos de bom,
Dos nossos beijos e abraços,
Das nossas conversas pela madrugada a fora.
Não tente olvidar nenhum momento;
Lembre-se que até mesmo as lagrimas foram necessárias,
Foi nas dificuldades que crescemos juntos,
Foi lapidando um ao outro que aprendemos a dar valor,
Foi sem dinheiro que tivemos as melhores ideias
E vivemos os melhores momentos.

Quando eu for...
Não rasgue minhas cartas e nem nossas fotografias;
Querendo ou não, marcamos a vida um do outro.
Não oculte nosso passado
E não tente fingir que isso não é verdade.
Levante a cabeça, olhe para o horizonte,
Siga teu caminho e não se esqueça
Que existiu na tua vida
Alguém que sempre torceu por você.
Guarde com carinho a lembrança
e sinal que somente eu e você sabe o significado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...