Visitantes

18 de julho de 2012

Quem sabe um dia eu perca essas manias



Quem sabe um dia eu perca essas manias
De querer ser perfeito;
De desejar o que não posso;
De caminhar por caminhos sem fim;
De ser homem razão e sem razão ser poeta;
De sofrer por correspondências;
De compor serenatas desafinadas;
De pensar que todo mundo me vê com os olhos que não me vejo;
De perder oportunidades por aguardar palavras no seu tempo;
Quem sabe um dia eu perca essas manias e seja feliz?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...