Visitantes

25 de agosto de 2012

Mulher Leoa.




Fulmina-me no contemplo de uma leoa no cio,
Na doçura de uma mulher que sabe o que quer.
Conte-me em doses tuas fantasias
Para que possamos junto compor loucuras.
Dar-lhe-ei o fulgor e o veneno dos meus mistérios
Pelas as diretrizes do carinho e do afeto.
Seja para mim a luz que habita em meio às trevas
E serei para ti a maldade que lhe falta no olhar.
Banhe-me com teu gozo de mel
E prenda-me na fenda que há no teu corpo.
Aprecio tanto tuas verdades sem certeza
Por tuas garras de felina que rasgou meu coração.
Sei que é leoa brava, forte e feroz...
Contudo, com a força das caricias te amanso.
Em alento te abraço, te beijo e te amo.
Sou homem vivido e experimentado na dor,
Sei exato a via para lhe fazer feliz.
Quero-te não somente por tua beleza
Mas, por tudo de bom e ruim que habita dentro de ti.
A tua alma não tem preço, pois é mulher de muito apreço.
Idônea, honesta e verdadeira...
Todavia quando clamo palavras ao teu ouvido
Faz-se de atriz na mais bela e sagaz meretriz.
Desejo tanto teus gritos, teus gemidos e sussurros...
Tua pele morena na minha língua tem sabor de mel,
Ao teu lado sinto arrepios
E ao mesmo tempo repouso seguro.
A teu denodo de leoa me fez conhecer a dor e o prazer,
 Por isso e por todos os motivos do mundo
Creio que somos uma mesma alma 
habitando em dois corpos.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...