Visitantes

18 de agosto de 2012

Sou um pássaro amante da liberdade.


Acredite...
Sou como um pássaro que canta
E encanta, que voa e após repousa...
Mas, não pousa em qualquer canto.
Vou pelas asas do vento
Sem pensar no amanhã,
O passado não tem para mim significado
Porquanto o presente é meu talismã.
Não possuo ninhos e não me aprisiono,
Vou pelo o mundo. Pois, não tenho dono.
Viajo pelos ares, por todas as partes
E por ora e outra torno ao mesmo lugar,
Amo a liberdade e assim conservo
O direito pela a verdade de viver sem me aprisionar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...