Visitantes

16 de setembro de 2012

Prazer sem pecado.



A conversa se arrastou por toda a noite
E meu corpo encontrou pouso em tuas palavras,
O teu olhar me perfurava de desejo
E minha boca tremula ansiava pelo o beijo de amar.
Falamos sobre tudo;
Especialmente sobre amor e sobre o inferno.
Enquanto o tempo cavalgava bem devagar
O teu jeito calhava em minha admiração,
Minha mente inquieta imaginava
Possuir-te e ao mesmo tempo
Entregar-me de corpo, alma e coração.
É inexplicável a sinergia que há na vontade do querer,
De se inundar na candura do prazer.
Não é pecado e não há nada de errado
Em viver cada momento, principalmente ao teu lado.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...