Visitantes

15 de setembro de 2012

Ser ou deixar de ser? Eis a questão!



Deixe as pessoas falarem mal de você, elas costumam criticar quem elas queriam ser. Umas pessoas te amam pelo jeito que você é, outras te odeiam pelo mesmo motivo.


Tive medo de ser quem eu sou e sofri por querer ser o que outra pessoa queria que eu fosse. No fim, não consegui ser o que esta pessoa queria que eu fosse e também não fui feliz. Perdi a oportunidade de ser quem eu era, ocultei meus defeitos juntamente com minhas virtudes. Como num filme sem final feliz, fiz um papel ridículo de um ator coadjuvante.


Contudo, nem tudo foi perdido!
Extrai uma grande lição (...).


Aprendi que quem ama respeita; pois sabe que não existe ninguém no mundo perfeito, por isso gosta do outro não simplesmente pelos os adjetivos e predicados. Todavia, quem ama sabe conviver também com os defeitos. O amor nos qualifica a sempre querer o bem do outro. Consequentemente, criticas e ofensas não são praticas de quem ama e quer que o outro melhore. Não é rebaixando ou humilhando ninguém que iremos ser dignos. Até porque, o que une uma pessoa a outra não são as diferenças, mas o respeito.

Às vezes na vida é necessário um tempo para que possamos nos descobrir enquanto pessoas, precisamos olhar para o oceano que há dentro de nós e mergulhar bem fundo para desvendar os tesouros que reside dentro de nós. Devemos ser quem devemos ser, sem medo e sem receio do que irão pensar ao nosso respeito. Somente assim estaremos sendo sinceros com nossos sentimentos, nossos pensamentos e principalmente com as pessoas que fazem parte de nossa vida.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...