Visitantes

14 de outubro de 2012

Quando amo, ou me arremesso e não volto mais.




Quando amo mergulho de cabeça, me entrego por inteiro e sem medo de machucar; atiro-me do lugar mais alto em busca de viver em profundidade. Quando amo faço da loucura minha lucidez, da minha vida um altar de sacrifícios e do meu coração um jardim florescente de carinhos, afeto, amizade, musicas, perfumes e poesias. Quando amo perco a timidez, e falo coisas que nem imaginava fazer parte do meu repertorio de mimos e agrados. Quando amo envolvo-me por completo em fidelidade e santidade. Quando amo não há barreiras que possam me impedir, não há distancia que eu não possa romper, não há nada neste mundo, nos céus, no mar e nem mesmo no inferno que me faça negar este amor. Quando amo sempre vou além do que posso e nunca menos do que sou capaz. Quando amo não recuo. Ao contrario, me arremesso e não volto mais. 





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...