Visitantes

22 de novembro de 2012

Quando se ama a entrega é de verdade!




De tudo quanto antes em perfeição anelo
Quero, espero, adoro...
Velo por mares de devaneios arrepios
Cantos de potestades
Catacrismas de flores – calafrios.
Amores que vão, paixões que se veem...
Sensualidade desnuda ao crepúsculo
Acalentada por beijos com “M” maiúsculo.
Por olhares desatentos (faces sem afeição),
Fogem em cavalgada os sentimentos
Quem um dia com fulgor teve o coração.
Ansiando por mais que um abraço
Rompeu o orgulho despedaçando a saudade
Quando se quer – se pega pelo o laço,
Quando se ama a entrega é de verdade!








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...