Visitantes

19 de janeiro de 2013

De repente no olhar.


Amor de repente
Completo, pleno – contingente.
Deste que mexe profundamente
Com os sentimentos da gente.

Amor de olhar
Voraz, inseguro – ainda no ar.
Deste que acontece devagar
E floresce para nunca mais acabar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...