Visitantes

5 de fevereiro de 2013

Murcha e morre.




Um dia cheguei a pensar que o amor era a mais sublime escolha de um sentimento sagrado. Mas, quando o destino se cumpriu me enganei.  O que era quente se esfriou para o que nunca deveria acontecer; - aconteceu. Entendo agora que tudo é eterno enquanto permanece. O amor é como uma flor que se não for regada e bem cuidada, murcha e morre (Apenas isso).





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...