Visitantes

12 de maio de 2013

ocehcaP



Não me surpreende
O teu ensaio,
A tua tentativa de querer
Entender-me.
Sangue de meu sangue, voz que ecoa em silencio, amor que se empoeira com o tempo, beijo de uma noite e lembranças que não se avista mais...
21 de outubro de 1996
Até o dia de hoje,
A estória me entrelaça
O destino apodrentado dentro de mim mesmo.
salvação que abriga corações quebrantados, folhas de papeis rabiscadas com caneta azul e amassadas sobre a mesa, noites em que o fleuma roubou a paz.









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...