Visitantes

28 de junho de 2013

A sina de um sonhador.















Não são asas que tenho que me faz voar
Mas a imaginação
Pela a sina de sonhar.
Portanto,
Cobiço apenas o que me cabe
E o que por graça mereço.

Não é a espada que faz vencer
Mas o medo
Que não tenho de perder.
Portanto,
Tranco em meu peito
Somente aquilo que me dá esperança.

Não é a saudade que me faz chorar
Mas o apreço
Que tenho e não posso levar.
Portanto,
Viva com exagero sim
Antes que me venha o fim.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...