Visitantes

4 de novembro de 2013

Homem de corpo e alma, ou caçador da noite e poeta ao meio dia.












Ainda espero
Mas está dando minha hora
E não posso mais ficar.
A vida me chama
Para vagar na escuridão
Da imensa lua cheia de verão.
Não sou do teu mundo
Por isso nem pense
Em querer me dominar.
Realizo todas tuas fantasias
Mas sou homem
Como alma surreal.
Sou caçador na noite
E poeta ao meio dia,
Sou a voz que clama
E que nunca para de clamar.








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...