Visitantes

22 de novembro de 2013

Quando, somente quando...



Quando olho nos teus olhos de esmeralda
A minha alma suspira e acalma.
Quando sinto meu abraço apertar seu corpo
Meu coração acelera e dispara.
Quando a tua voz sussurra em meus ouvidos
Todo o meu ser não compreende mais nada.








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...