Visitantes

9 de fevereiro de 2015

Amor e paixão, ou a dor e a ilusão.




Chega de falar de amor, de dor, de paixão, de ilusão (Ponto e basta).
Não lhe satisfaz tanta utopia?
Pare para pensar...

O lírico é devastador
Ludibriador
Fantasioso
Ilusório e quimérico.

Era para ser o ideal se a realidade não fosse esta.

Onde há amor; há dor; há entrega; há renúncia; há morte; há sofrimento.
Onde há paixão; há ilusão, há miragem, cegueira, fantasia e irrealidade (Decepção).

Mas vamos acreditar que isso não é verdade,
Vamos lutar e seguir em busca da felicidade.
Sim, vamos sonhar... (Sem ironia)

Quem me dera ao menos uma vez provar aquilo que ninguém consegue entender.

Ah, mas ainda há esperança (Dizem que ela é a última que morre).
Deve haver subterfúgio em algum lugar,
Caso contrário,
Estamos todos condenados ao sofrimento eterno (inferno).

“Diz a bíblia que o amor tudo suporta, tudo confia e tudo crê”
O que é isso, senão o sinônimo mais exato da dor?
Também diz a bíblia que o coração do homem é enganoso e mais corruptível que todas as coisas.  Como posso acreditar no que os olhos alimentam o coração?

Consegue perceber o amor é dor e paixão ilusão?
Os fracos não suportam a dor;
Os fortes suportam a dor;
Os poderosos procuram pela dor.

A dor é fraqueza saindo do corpo, é a alma encontrando sentido.
Por isso quem ama está disposto a se sacrificar em pró do outro doando a própria vida.
A paixão é Ilusão, uma anestesia contra a realidade.
Por isso que se apaixona se condiciona ao um sentimento vão e sem proposito.

E agora,
Está disposto amar? A doar a própria vida sem ter recompensas?
Está disposto a viver uma paixão? A viver uma historia já sabendo o trágico final?

Pense nisso...













Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...