Visitantes

25 de abril de 2015

Como escrevo poesia




Ninguém me ensinou poesia.
Aprendi poesia poetizando; sofrendo e errando,
Cantando e desafinando,
Chorando e profetizando...

Ninguém ama poesia como eu.
Amo poesia como degusto vinho e masco saliva,
Como admiro a beleza feminina
Como olho para o próximo e vejo eu.

Ninguém escreve poesia como escrevo.
Escrevo versos nas calçadas,
Nos guardanapos usados
E sobre tudo escrevo Balbucias  no ouvido de quem tanto amo.








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...