Visitantes

2 de junho de 2015

Como lobos.

Ao passo que caminho pela as calçadas esburacadas das ruas onde passam milhões de transeuntes todos os dias, sou mais um ou menos um em meio á tantas pessoas que tentam sobreviver ao caos metropolitano. Mas, confesso que amo este clima de vai e vem, de gente que passa e nem olha na sua cara, do stress por nada, de cidade cheia e pessoas vazias. Amo e como amo boates e barzinhos na noite desta cidade, gosto de apreciar, degustar e observar bebidas e mulheres cheias de ambição, mas que não sabem que estão procurando encontrar algo no lugar errado. É como ovelhas perdidas a noite no meio de uma floresta sobre o comando de uma alcateia de lobos.


Dizem que sou uma espécie de lobo na  minha maneira de ser; do tipo que sabe andar em bando, mas que gosta de caçar sozinho. Lobo alpha independe, consciente e acima de tudo – prudente. Foi o tempo que me fez assim, me ensinou através da dor e me lapidou como uma joia rara e preciosa. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...