Visitantes

7 de setembro de 2015

de volta




Um dia tive um coração que não só batia, mas que sofria por um sentimento tão corriqueiro; paixão. Este coração maldito e tão vagabundo, corria atrás e não se cansava de apanhar, percorria o mundo na ilusão de um dia encontrar uma razão para amar. Ah, este coração que já me fez sofrer e que de certa forma nunca me fez entender os caminhos que percorrem as trilhas nos passos que morrem a beira da estrada. Hoje este coração não apanha mais, mas apenas bate para que eu possa sobreviver.  







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...