Visitantes

24 de agosto de 2016

Tenho planos com você




Tenho todo tempo do mundo para ouvir e permanecer calado.  Poderia passar a noite inteira com os olhos atentos e alma desarmada. Sou capaz de guardar segredos para proteger quem amo. Pode acreditar! Procuro compreender sem antes querer julgar. Embora eu tenha a ciência de quem ainda ninguém tenha alcançado a verdade absoluta, me disponho acreditar temporariamente nas tuas palavras, alegorias, metáforas e concepções.

Importa-me apenas se a estória é boa – não me interessa se ela é real ou não. Não quero provas, desejo tão somente o ponto e o contraponto das consonâncias fazendo harmonia com as dissonâncias - se me conhece, sei que me entende bem.

Poesias ecoam a voz silenciosa do poeta
E habitam nos sorrisos das virgens na cidade santa.
Quem me dera ao menos uma vez
Ser inundado pelos os salmos de Davi
Ou despido pela a musicalidade dos cânticos dos cânticos.
Desejaria eu apenas chorar no Jardim do Getsemani
Ou quem sabe dedilhar meu violão sobre o monte Moriah.

Palavras, poesias e profecias me transpassam; perfuram minhas mãos e fazem minha face mais resplandecente que o sol do meio dia. O louvor que me requer vestes limpas, coração puro e a mente santa é a razão pelo qual não vivo mais para este mundo. Embora meus pés estejam firmes sobre a terra, e minhas mãos envolvidas com o trabalho – minha mente e meu espírito são por instantes arrebatados e levados ao Gan Éden.
No jardim da inocência onde minha alma desfruta das possibilidades, da realidade surreal, das fantasias verdadeiras e essencialmente do paladar do fruto proibido. É na opção do bem e do mal que encontro e reecontro a razão de toda existência.

No olhar ensimesmado de Adão
Sobre a sensualidade de Lilith
E a pureza de Eva
Que a serpente assovia
E compõe seu primeiro funk.
É sobre a vernaculidade de Abel
Que Seth se inspira para lutar contra Caim.
Sim! É no Jardim onde o bem e o mal se encontram para abdicar do não e dizer sim.

Como disse desde o principio; estou de ouvidos inclinados e olhos atentos a estória que quiser me contar. Relaxe, tome um vinho. Aprecie e deguste este queijo suíço que eu trouxe de Portugal. Ainda temos a noite inteira e toda uma vida para compor e viajar. Tenho planos com você – pode acreditar!






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...