Visitantes

28 de setembro de 2016

Sei que você não bebe, mas tome este whisky comigo!




Por favor, me sirva um café bem quente, forte e sem açúcar ou uma dose de whisky puro, temperatura ambiente e sem gelo (...). Preciso conversar um pouco; nada especifico ou importante, mas sucinto conversar – podemos falar sobre sentimentos, comportamento humano, politica, anatomia, historia e estórias se preferir. O que me importa agora é ouvir a tua voz e fazer uma introspecção com relação a nós e o mundo que nos circuncida.

Na verdade nem quero falar muito, estou inventando uma desculpa para estar do seu lado. Para ser bem sincero, estou precisando de um abraço, de uma massagem e de beijos bem molhados. Não estou carente e nem muito afim de um afeto sentimental. Sabe aquele momento de repugnância e desprazer das rotinas? Pois é, estou cansado de comercializar produtos e aliciar argumentos para pessoas improlíficas. Passei a minha vida inteira fazendo sempre as mesmas coisas, cumprindo usualidades e golpeando metas. Agora estou com um desejo desenfreado por noticiosas probabilidades.

Sei que você não bebe, mas tome este whisky comigo!










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...