Visitantes

16 de junho de 2017

É o desejo do meu coração




Eu vou
Como convidado
Ou como intruso
Mas eu vou!

Uma bomba relógio programada do final para o inicio
Escrevendo, compondo, musicando e desafinando.
Diga-se de passagem, que sempre dispus
E fiz disponível me transpondo.

De nada,
Mas não precisa tecer favores.
Compreendo o mundo na simplicidade
Caminhando pela a cidade sem cores.

Palavras sinceras
Sentimentos egoístas
O afeto espera
Quem não está de partida.

Dê-me apenas uma folha de papel
E lhe revelarei a eternidade,
Dê-me um beijo
E lhe farei uma mulher de verdade.

Tenho um coração vazio
E todo o tempo do mundo,
Mas o vazio que me preenche
Faz-me a espiritualidade um absurdo.

Finalmente,
Olhos nos olhos face a face.
Ao meu lar
Toda complexidade se desfaz.









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...