Visitantes

16 de junho de 2017

Ebulição

Não beijo por beijar, mas se for necessário assim irei fazer. Não contenho expectativas e anseios premeditados que irão me fazer sofrer. O que me importa agora é o estalo e o tempo que de abstrato me força ser absoluto. Quero teu olhar virando e revirando diante das minhas investidas. De nada adianta imaginar e não expor teus desejos. Nada irá acontecer por osmose ou desejos de telepatia. Quero carne, arrepios, calafrios, beijos, tapas, mordidas e tudo mais. A minha pretensão é intencionar o que já era e agora volta ser real.



Teu cheiro ressuscita meus instintos mais vorazes, o teu olhar aparentemente inocente esconde os segredos mais nefários que um ser pode possuir. Tua alma não nega o que tua vontade tem depositado em teu coração.



Que pagar para ver?







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...