Visitantes

14 de julho de 2017

Tabu transcendental

Ainda que andasse sobre as águas onde repousa a filosofia e adentrasse nas profundezas das cavernas onde reside a razão. Ainda que eu tivesse o dom de transformar a luz em matéria e matéria em vida – sem assombro eu nada seria. O segredo é a surpresa, é o esperado presente, é o saber querer e quando receber; agradecer. “O Hoje” é um presente do acaso, do divino, das nossas escolhas e do destino sem arbítrio. Quero viver enquanto houver vida, enquanto puder cantar desafinado e recitar poesias. Desejo o assombro dos teus desejos, dos teus beijos, do frio na barriga e do calor no peito. Como dantes, agora e sempre que possamos degustar e apreciar o que de melhor a vida tem para nos oferecer.

Da filosofia, da teologia e da poesia – o grande segredo repousa sobre o mistério.  

Ao meu momento
Eu quase sempre desatento
Perco-me nos teus beijos (...).
Esqueço-me do mundo
Das superficialidades
E adentro-me com calma na tua alma.
Ouço teus reclamos
Olho nos teus olhos
E te laço pela nuca.
A minha vontade é a tua vontade
Ao nosso costume
Pelejamos pelo o momento
De possuir e sermos possuídos.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...