Visitantes

10 de março de 2015

Sem nada

Sem sal; sem açúcar; sem gosto; sem cor; sem brilho; sem vaidade; sem notoriedade; sem encanto; sem simpatia; sem aspiração – ou seja – sem nada!



É mosto
É empírico
É como ter tudo e nada disso...

Quero suor com gosto de sal
Beijo doce como açúcar
Olhar com cor radiante
Face vaidosa
Presença com esplendor
Palavras com prelado
E toques com desejo (Tesão).











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...