Visitantes

25 de março de 2016

ISTO ME BASTA



Por nada, mas não precisava agradecer. Até porque faria para qualquer um o que fiz por você. Não há privilégios, nem imunidade e tão pouco tratamento diferenciado. Como sabe, não sou nada politicamente correto e não preciso falar ou fazer nada para agradar e buscar aceitação – sou bem resolvido, sei bem o que quero e exatamente onde e quando devo chegar. Não aprecio formalidades, detesto a ideia de usar aliança e de estar unido a uma pessoa simplesmente por arco de metal ou um papel assinado – contudo, não julgo; até acho bonito e simpático que degusta e aprecia tal comodidade.

Como lobo não sinto solidão, não tenho saudade, não perco meu tempo com lagrimas e lamentos – tão pouco me arrependo. Sou desapegado do mundo, das coisas e principalmente das pessoas. Sou livre, indomesticável, sou amante do trabalho, da guerra e tenho sede por conhecimento. Não sou melhor e nem pior que ninguém, mas digamos que me classifico na ordem “diferente”.
Foi duro e demorou anos para aprender e entender que estou aqui apenas de passagem, que nu vim para este mundo e daqui nada vou levar – exceto a experiência.

Acredito que a vida foi feita para viver, mas alguns insistem no sofrimento como uma tentativa para sobreviver. Sou um homem do presente, não vivo de cargas do passado e muito menos de ansiedade no futuro. Quero apenas ser “eu” sem incomodar ninguém e sem prejudicar ninguém. Por favor, entenda de uma vez por todas que quando não quero o meu “não” é definitivo, que nada e ninguém vai me fazer mudar de opinião – não ando segundo os padrões do mundo, por isso nem tente me medir com esta régua.

Como disse – sou feliz. De bem com a vida e em paz comigo mesmo; ISTO ME BASTA.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...