Visitantes

28 de maio de 2014

Boca maldita




A boca que me beija
E diz que me ama
É a mesma que me cospe
E me difama.
A boca que me beija
E me abençoa
É a mesma que entoa
Anátemas a minha pessoa.
A boca que me beija
E me diz encantos
É a mesma infama
Mentiras aos 4 cantos.
A boca que me beija
E arde de paixão
É a mesma que anistia
E magoa meu coração.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...