Visitantes

20 de setembro de 2015

A beleza exterior




Ao contrario do mundo
Prefiro a beleza externa,
Pois o coração é enganoso
E mais perverso que todas as coisas.
Aprecio a beleza que posso ver
O perfume que posso sentir
As palavras que posso dizer e ouvir.
Não me venha com essa de que beleza acaba,
Pois tudo na vida acaba,
Aliás, a própria vida é passageira.
Desculpe, mas se existe beleza interior.
Prefiro não conhecer.
Gosto daquilo que me cativa
Que enche meus olhos
Aquilo posso reconhecer e admirar.
Não gosto daquilo que é subjetivo,
Daquilo que pode me iludir e me enganar.









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...