Visitantes

3 de agosto de 2013

Faça calor ou faça frio...



Sei tanto e o quanto se sentiu traída,
A dor e o gosto amargo de experimentar do mesmo veneno.
Sei bem o gosto de Melort e da solidão,
O afago de estar nos braços de quem não se ama.
Sei o vazio que circunda teu peito,
O orgulho de querer não voltar e ao mesmo tempo viver tentando me esquecer.
Sei que virgindade não se perde todo dia
É como o gosto amargo da cerveja que se acostuma com o tempo.
Sei que vive buscando felicidade
E ao mesmo tempo lembrando-se de mim.
Sei que relações não se igualam
E tão pouco se comparam.
Sei que um dia vai olhar nos meus olhos
E mesmo não querendo, vai imaginar mil destinos...









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os textos são autoria de Giliardi Rodrigues. Proibida a reprodução de qualquer texto sem prévia autorização do autor.

Leia mais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...